blogs & alfinetes

Refeita, a estrutura de blogs nos links laterais. A profundidade de campo anterior – de F2 a F8 – foi substítuida por nova divisão entre figura e fundo, distinguindo os links especificamente fotográficos dos outros.

Pergunta-se porquê tanto link para blogs em Inglês, quando existem N blogs de fotografia em português? Muitos existem de facto, de interesse são menos, perdoem a escolha encolhida mas permitam que identifique o que considero de interesse: blogs que contribuam regularmente para a formação de uma comunidade fotográfica mais produtiva e auto-crítica. Os actualmente relevantes pouco mais vão fazendo que o obituário, a cronologia de exposições e o fait-divers. Assunto sério (independentemente da forma), pedagógico ou aprofundado vai sendo raridade. Percebe-se que a parte da retribuição sob a forma de visitas, comentários ou feedback possa ser desencorajadora, mas desengane-se quem tem um blog para esses fins. Os blogs mais “institucionais” não se podem aventurar demasiado, o meio é pequeno, as migalhas poucas, todos se conhecem, muitos são meros mecanismos promocionais, o que não sendo negativo, é sobretudo escasso. Dos colectivos de fotografia nada. Dos blogs pessoais, donde mais se poderia esperar, tirando a auto-promoção, a restante contribuição ou é nula ou existindo, incipiente, aleatória e irregular. As citações e cruzamentos de links de artigos, praticamente inexistentes, não há concórdia, nem discórdia, nem discussão, denunciando fraca porosidade, interligação e quiçá pior, egotismo e ensimesmamento. Não será mais interessante uma blogosfera activa, independente de recompensas e da aprovação das autoridades? O “agora” da blogosfera fotográfica lusa aparece algo apático e sem grandes motivos de entusiasmo. Falo de fora? Não, também estou dentro. Não sei do que falo? Iluminem-me com as vossas sugestões na caixa de comentários.

PS – Um blog que desconhecia, este APPh. – Associação Portuguesa de Photographia. Alguns artigos recentes, extensos e interessantes, embora aparentemente de pouca assiduidade. Esperemos que ganhe fôlego.


Tags:
Share: Facebook, Twitter, Pinterest

Leave a Comment: