colossal youth, andreas weinand

 

 

Trabalho cujo nome seria mais do que mera coincidência com a tradução em inglês do filme de Pedro Costa, Juventude em Marcha, não fora a data de execução do mesmo – entre 1988 e 1990 – ser anterior à do filme. Existirá algum parentesco? A ironia do título português do filme assenta numa juventude que parece dirigir-se para lado nenhum, nihilismo que parece encontrar eco neste trabalho. Outro dado interessante diz respeito à data enunciada de execução destas imagens (1988-1990) sobretudo se considerarmos um contexto em que o género – documentário, a cores e bem por dentro da cena – conhece  um icone com a publicação de Nan Goldin, “The Ballad of Sexual Dependency“, em 1986. Esperar-se-iam 10 anos por “Ray’s a Laugh” de Richard Billingham, ou 13 por “Case History” de Boris Mikhailov, ou até 16 por “The Kids Are Alright” de Ryan McGinley, realçando ainda mais o alcance desta Colossal Youth, de Andreas Weinand, que esperou até agora para ser editado.
Share: Facebook, Twitter, Pinterest

Comments:

Jose Luis Neves
October 13, 2011

a referência mãe é esta: http://en.wikipedia.org/wiki/Colossal_Youth ;)

joaoh
October 13, 2011

obrigado.

Leave a Comment: