degrees

Why are photography degrees often so out of touch? I think there are three major problems.

1: Too many teachers who haven’t hustled to make a living in many, many years.
2: An academic system that doesn’t reward quality teaching, that is weighed towards research that nobody reads.

But that’s not the biggest problem.

The biggest problems is students that don’t give a shit.

That’s the only excuse you can have for getting to the end of your degree and not knowing your f-stop from your elbow and thats the reason why I stopped teaching undergraduates. It’s really soul destroying to try and share your passion for something with a group of people who would rather be watching My Personality Is A Cesspit Get Me Out Of Here.

Students need to learn to do three things.

1: Think for themselves
2: Hustle
3: Take good photos

If they can do that they stand half a chance.

Forte decréscimo na actualização do blog, mas tudo tem uma explicação: em Outubro passado fui admitido no Mestrado em Fotografia do Instituto Politécnico de Tomar. Esse facto deixou pouco espaço para uma actividade que consome muito mais tempo, do que aquele que quem nunca escreveu um blog com alguma exigência de qualidade, possa imaginar. Se a aprendizagem por via auto-didacta tem os seus prazeres e timings, esta outra, mais estruturada e tempo-dependente proporciona também algumas alegrias, embora não ausente de algumas contrariedades. Uma delas é sem dúvida a rarefacção do tempo, algo que provavelmente irá permanecer até final deste ano lectivo. Por aqui sempre se reflectiu sobre as questões do ensino e da educação, pelo que são sempre bem vindos os contributos, como este que se pode ler em Are photography degrees the joker in the pack?, até porque se está no início de mais um semestre.

Share: Facebook, Twitter, Pinterest

Leave a Comment: