encontros da imagem 2010, braga

Mais uma edição deste excelente certame da fotografia em Portugal. São já 20 anos de trabalho, mesmo que nalguns deles, sem o interesse, o carinho e o reconhecimento da cultura nacional. É de pugnar pela perspectiva budista, “põe-te todo em tudo o que fazes, não te preocupes com os resultados.”

Este ano estarei presente com o trabalho “180º graus”, patente no Museu Pio XII. Este trabalho prende-se com várias perspectivas, por uma lado a relação que se estabelece com a fruição estética da paisagem, a dualidade fracturante que se estabelece na dicotomia belo/feio apela a ser ultrapassada por um movimento de integração, um registo mais contemplativo que devolva a equanimidade ao olhar, pelo que a série funciona a um nível subjectivo como um apelo espiritual. Por outro lado, procurou-se integrar uma parte mais objectiva que enquadrasse questões acerca dos usos do território urbano, no caso Torres Vedras, dados esses que no fundo podem ser universalizados, apelando à reflexão colectiva sobre problemáticas que são do interesse geral.

Uma palavra de agradecimento ao Rui Prata, director dos Encontros, pela aposta no meu trabalho, bem como aqueles que inicialmente apoiaram a sua concretização: a direcção da Cooperativa de Comunicação e Cultura de Torres Vedras, a SASLBM, através do Dr Jorge Santos, e também a Dulce Surgy, pelo apoio na concretização gráfica e no design.

O programa pode ser consultado aqui.

Share: Facebook, Twitter, Pinterest

Comments:

September 9, 2010

Parabéns pela exposição e bons encontros!

joaoh
September 9, 2010

thanks. passei ontem pelo teu site e estive a ver as coisas novas. gostei muito. [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us '0 which is not a hashcash value.

Leave a Comment: