exposições: 5 estágios da dor

Negação

A abertura está para daqui a uns dias e tens vindo a negar-te à tarefa da preparação. Tens uma idéia geral mas ainda não estás seguro de que imagens vais usar. Convences-te que algures nos próximos dias vais arranjar tempo para editar uma exibição coesa, fazer umas impressões decentes, emoldurar, pendurar, escrever uma sinopse legível e actualizar o site com o novo material. Pois, pois.

Zanga

De alguma forma a exposição lá apareceu montada. Agora que está de pé é difícil obter uma reacção. Não há feedback, perguntas, recensões, comentários. Perguntas aos teus amigos mais próximos se já viram, mas ainda ninguém teve vagar. E além das alminhas que apareceram na inauguração, provavelmente movidas pelo cocktail à borla, não fazes nenhuma idéia de quem é que possa ter lá aparecido. Durante o próximo mês vais viver num zangado vazio, porque ninguém te conhece. Grrrr.

Regateando

Alguém perguntou por vendas. Querem saber se fazes um acordo por uma das cópias. Querem num tamanho menor, sem moldura e a um quarto do preço. E sim, querem saber se dá para tornar as cores um pouco mais saturadas e para imprimir em tela. Tu respondes que gostarias de vender a impressão apresentada na galeria, ao preço anunciado. Nunca mais ouvirás nada deles.

Depressão

Aproxima-se a data do fim. És tu que vai lá desmontar a exposição. As paredes estão brancas. Vais para casa e arrumas tudo no devido sítio. Após algumas semanas começas a pensar se realmente aconteceu a exposição ou se sonhaste.

Aceitação

Gradualmente, depois de muitas exposições, finalmente percebes que todas seguem a mesma rotina descrita acima. Além do mais, é provável que todas as mostras futuras venham a seguir o mesmo padrão. Então, decides parar de organizar exposições individuais, uma decisão que te liberta um pedaço de tempo para finalmente te poderes dedicar à prática da fotografia a sério.

Podem agradecer ao Blake Andrews, de onde traduzi estes The five stages of exhibition grief. Tem um fundinho de verdade, huh?

Share: Facebook, Twitter, Pinterest

Leave a Comment: