fragmentos

Vi The Tracey Fragments. É mais comum classificar determinada fotografia como cinemática do que o contrário – Gregory Crewdson, Cindy Sherman, Philip-Lorca di Corcia, Jeff Wall poderiam ser alguns dos fotógrafos cinemáticos. Já cunhar um filme de fotográfico não parece tão evidente, mas este The Tracey Fragments podia ser um desses. Não pela insistência no plano fixo ou acompanhamento minucioso do gesto (Pedro Costa, por ex.), mas pela multiplicidade de planos de vista, de imagens fixas, desfocadas, de fragmentos, toda uma série de estratégias mais localizáveis na fotografia, sem esquecer a ambiguidade que a fragmentação acarreta.

Hoje foi Prénom Carmen, de Godard, que é vital e actual; como muita da imagem que se vê hoje lhe parece tão devedora. Canta Tom Waits, cita Dillinger, aquele que roubou um banco fingindo que ia filmar um video, coincidência, ontem acabei o Public Enemies, às vezes deixo fimes a meio.

Tags:
Share: Facebook, Twitter, Pinterest

Leave a Comment: