Martin Schoeller

© Martin Schoeller – Irene Andersen


© Martin Schoeller – Sarah Bridges


© Martin Schoeller – Sarah Dunlap


© Martin Schoeller – Nadia Nardi


Gostei desta série de Martin Schoeller, a ver no site da ACE GALLERY, o feminino sai valorizado mesmo perante a forte dimensão máscula dos corpos. Escolhi exibi-la como contraponto ao trabalho que tenho vindo a mostrar ao longo desta semana, que pode ser visto nos posts abaixo, onde são retratados indíviduos que assumem uma máscara do género contrário ao seu próprio género, sobretudo homens mascarados de mulher, num contexto carnavalesco, mas que, como tive oportunidade de ir percebendo, nalguns casos as máscaras pareciam esconder uma realidade identitária algo diferente. Aqui são retratadas mulheres, cujos corpos são fortemente masculinizados devido à prática do culturismo, fazendo-o num contexto regular, não como máscara. Todavia esta prática pelas mulheres certamente levanta questões não só quanto ao papel do género (gender role), como às formas de representação mediada do corpo feminino, e sem dúvida quanto à própria identidade do género, aqui sim cruzando-se com as “identidades trocadas” do Carnaval.

Share: Facebook, Twitter, Pinterest

Leave a Comment: