notas soltas

Wim Wenders, Open-Air Screen, Palermo, 2007 © Wim Wenders


Wim Wenders. Todos conhecem. Paris Texas, Asas do Desejo, o recente Pina, um cultor da imagem e fotógrafo de longa data.Lembrei-me da exposição do David Fonseca que está nos Encontros de Braga e de um lado territorial que os fotógrafos por vezes cultivam. Também eu dei por mim a preconceitualizar pensar que quem não é fotógrafo não entra, tipo clube do Bolinha, onde “menina não entra”. Porque não? Assumo que gostei bastante de algumas fotos do David Fonseca, embora não me parecessem fazer propriamente um conjunto, notas soltas, como aliás seriam aquelas que eu daria se pegasse numa guitarra e cantasse [ele é muito melhor fotógrafo que eu sou músico, note-se]. E depois? Corre-se o risco de alguns pensarem “ah, ele só lá expôs porque é quem é”, mas note-se que eu também lá expus e ninguém me conhecia. Para alguns espíritos, estas serão sempre duas notas desabonatórias deste festival, mas esse é também um dos seus méritos: mostrar novas fotografias, dar oportunidades. Pouca mais gente teria coragem de o fazer num festival da dimensão que os Encontros já atingiram.

Share: Facebook, Twitter, Pinterest

Leave a Comment: