Óbitos

© Irving Penn

O obituário da fotografia não costuma passar por aqui. Vai-se o homem, fica a obra. Ainda que a importância da persona seja glorificada, ela é quase nula, quando comparada com o legado artistico, exceptuando talvez naqueles que já sublimaram a persona, em que obra e homem são já um só (Dalai Lama por exemplo). O homem, podendo não ter sido “grande”, deixou a grandeza na sua herança ao mundo. Haja quem ajuíze de uma e de outra, só outros homens o poderão fazer, pois acredito que Deus nem esteja muito interessado nisso.

Share: Facebook, Twitter, Pinterest

Leave a Comment: