photography after frank, philip gefter

Um livro cujo título é de fazer crescer água na boca, sugestão aliás bem contemplada na foto da capa, da autoria de  Ryan McGinley, um pós-Frankiano assumido (e porque não? afinal não o somos todos?). Pegue-se num conjunto de crónicas escritas para o leitor dominical, o marketing sózinho fará o resto? Não se duvida do conhecimento da história da fotografia de quem o escreveu, mas um tom chatinho, aliado a uma penosa falta de conteúdo teórico ou histórico, levam o leitor a tecer considerações e dúvidas acerca da quem editou e publicou este dispensável esforço. (Quase) todos teríamos ficado a ganhar, se as ditas crónicas tivessem ficado confinadas à sua publicação original, no New York Times.

EN
A book whose title makes you water mouth, suggestion indeed reinforced by the the cover photo, done by Ryan McGinley, an “assumed” post-Frank  (and why not, aren’t we all?). Take a series of chronicles written for the Sunday reader, and the marketing does the rest. No one doubts about the knowledge of the history of photography of the person who wrote it, but a little weiner tone combined with a painful lack of theoretical content or history, lead the reader to make considerations about this effort. (Almost) everyone would have benefited if the chronicles had stayed confined to its original publication, on the The New York Times.

Tags:
Share: Facebook, Twitter, Pinterest

Leave a Comment: