Pierre Gonnord

O retrato é uma daquelas categorias atravessada por uma afirmação, no mínimo duvidosa, de que é algo capaz de reflectir sobre a personalidade do visado. Talvez o desconhecimento do que é a estrutura da personalidade, quiçá a anulação da idéia de que a imagem fotográfica, o rosto do outro ou até o outro na sua esseência, nos sirvam também para a nossa própria projecção e no fundo, auto-conhecimento. Todavia, nem todo o caminho tem que ser projectivo, no sentido do auto-conhecimento. Pode-se ler um retrato como uma narrativa, inventada ou vislumbrada pelos socalcos do rosto. Se nele se deixam entrever os contornos da alma, será apenas por mera coincidência.
A ver, absolutamente, estes retratos de PIERRE GONNORD.

Share: Facebook, Twitter, Pinterest

Leave a Comment: