Rob Hornstra – 101 Billionaires

O fotógrafo holandês Rob Hornstra tem vindo a demonstrar com “factos”, a notoriedade granjeada pelos prémios, no género documental artístico. Estas fotos são do recente livro 101 Billionaires, no qual, apesar do título, não abunda a prosperidade, mas sim o outro lado da moeda do capitalismo “tough as nails” na Rússia. O livro chegou-me esta semana às mãos e posso dizer que entre algumas dezenas dos que vi este ano, foi até agora, sem sombra de dúvida, um dos melhores senão o melhor, não só pela excelência da fotografia, como pelo primoroso trabalho de acabamento, de um cuidado e estética sem mácula, uma autêntica jóia. Está à venda no site do artista e noutra pequena livraria virtual (mas mais caro), tendo sido lançado em Outubro passado. Correi, ó amantes da bela fotografia…

Numa nota adicional aos livros de fotografia, por cá infelizmente a oferta não é muito variada, compreende-se, nas distribuídoras o pesado investimento em stock que eventualmente não rodará muito, para mais com a concorrência das amazon e outras livrarias virtuais. Da parte das editoras nacionais, a aposta também não pode ser forte porque é um livro caro de produzir, cujo potencial de vendas parece não ser grande, para mais enfrentando a concorrência dos grandes nomes editoriais, Steidl, Magnum, Phaidon, Taschen, etc. A Almedina e a Assírio & Alvim ainda vão editando alguma coisita, mas apesar do boom de fotografia nas galerias, fotógrafos para todos os gostos, colecções públicas e privadas, prémios de fotografia, etc, ainda assim desconfio que o negócio não ata nem desata. Por outro lado, a maioria da fotografia portuguesa que conta, está em parte virada para a exploração do filão “coleccionismo de arte contemporânea”, mais do que para a elaboração de livros. Do lado da procura, embora desconheça dados, não parece também existir estímulo para o trabalho fotográfico. Certo é que o livro, pelo menos nalgumas áreas da fotografia, é o trabalho do fotógrafo, mais que a exposição ou publicação nos media tradicionais. Só apenas mais uma nota a este respeito, Martin Parr e Gerry Badger, lançaram 2 volumes que prometem ser a referência contemporânea para a história do livro de fotografia, ver aqui e aqui.

Share: Facebook, Twitter, Pinterest

Leave a Comment: